Fonte: g1
Um atirador matou 10 pessoas e deixou 3 feridos em um supermercado em Buffalo, cidade americana no estado de Nova York. Segundo o FBI, o tiroteio está sendo investigado como um “crime de ódio” e um “ato de extremismo violento racialmente motivado”.

O assassino, que estaria trajando roupas de estilo militar, está sob custódia.

A informação foi confirmada pelo prefeito de Buffalo, Byron Brown, em uma coletiva de imprensa. Ele também disse que o atirador não era da comunidade e que ele “viajou por horas” até o local do crime.

Os investigadores acreditam que o homem pode ter transmitindo ao vivo o tiroteio.

Um funcionário do supermercado Tops Friendly Market, que fica em um bairro predominantemente negro, informou à agência Associated Press que o atirador entrou no local com um rifle e abriu fogo.

]

“Estamos chocados e profundamente entristecidos por este ato de violência sem sentido e nossos pensamentos e orações estão com as vítimas e suas famílias”, disse uma porta-voz do supermercado.

O gabinete do xerife do Condado de Erie, onde fica a cidade, também disse nas redes sociais que todo seu pessoal disponível seria deslocado ao local.

A polícia fechou o quarteirão onde fica o supermercado.

RECOMENDAMOS






Colha o dia, aproveite o momento...