A eutanásia é um procedimento que ao longo dos anos teve tanto detratores como promotores, uma vez que se trata de uma intervenção em que os doentes terminais pedem voluntariamente o fim da vida.

E é que muitas vezes a dor e os longos tratamentos fazem com que a qualidade de vida dessas pessoas diminua significativamente, principalmente quando se trata de uma doença que não tem cura.

No entanto, há poucos dias ficou conhecida a história de Víctor Escobar, que ganhou as manchetes por se tornar a primeira pessoa na Colômbia e na América Latina a receber a eutanásia sem ter uma doença terminal.

Segundo informações da BBC Mundo, o homem de 60 anos solicitou a morte assistida a uma instituição de saúde cujo nome foi ocultado a pedido da mesma entidade, uma vez que apresentava várias doenças degenerativas incuráveis ​​que afetavam diariamente a sua qualidade de vida.

Captura de Pantalla 2022 01 11 a las 11.13.03 - Colombiano se torna o 1º paciente não-terminal da América Latina a receber eutanásia

Leia também: Bênção: homens estavam indo rezar quando encontram cão congelando e o salvam

Entre eles, Victor sofria de uma doença pulmonar obstrutiva e também de hipertensão. Além disso, ele teve dois derrames em 2008. Isso lhe causou problemas de mobilidade e oxigênio. Na verdade, não poderia ficar sem oxigenação artificial, senão poderia morrer.

Como se isso não bastasse, quando jovem sofreu um acidente que o deixou com graves lesões na coluna, razão pela qual teve que passar por 3 cirurgias.

Captura de Pantalla 2022 01 11 a las 11.13.11 - Colombiano se torna o 1º paciente não-terminal da América Latina a receber eutanásia

Victor não queria mais continuar com sua dor ou tratamento, então ele tentou a eutanásia duas vezes antes. A primeira em 2020 e depois em 2021. Nas duas vezes foi rejeitada porque a eutanásia é destinada a doentes terminais.

O homem deu sua decisão por meio de um vídeo, onde falou sobre seus motivos para aplicar a eutanásia. ” Não estou dizendo adeus, mas até logo . Com o advogado Luis Giraldo à frente, foi possível atingir o objetivo, que doentes como eu, não doentes terminais, mas doentes degenerativos, conseguissem alcançar e vencer esta batalha ”, explicou.

Captura de Pantalla 2022 01 11 a las 11.10.38 - Colombiano se torna o 1º paciente não-terminal da América Latina a receber eutanásia

Além disso, acrescentou que ” uma batalha abre portas para os pacientes que vêm depois de mim e que neste momento desejam uma morte digna “.

“ Pouco a pouco nos encontraremos onde Deus nos colocou . Abraços e bênçãos a todos ”, encerrou. Victor pediu para doar seus órgãos funcionais e faleceu às 21h20 de sexta-feira, 7 de janeiro de 2022.

Leia também: Em menos de um mês jiboia enorme e cobra preta são encontradas em casa

Fonte: BBC Mundo

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS






Colha o dia, aproveite o momento...