Após viralizar por proibir a entrada de homens na sua loja, a empresária e influencer Andrea Costa passou a receber apoio de diversas mulheres. Porém após a repercussão, ela também recebeu muitas ameaças de processo e ataques masculinos.

“Cansei de baixar a cabeça para assédio para não constranger a esposa, para não se expor, porque até hoje ainda somos “CULPADAS” por sermos assediadas. Ou era a saia curta, o batom vermelho, o decote, enfim, e por medo de sermos taxadas “DE CULPADAS“, nos calamos por anos, mas já deu”, escreveu ela ao site g1.

loja proibe homens em sao jose dos campos - Empresária proíbe homens de entrar na loja após seguidos casos de assédio e recebe apoio

“Homens, se não forem provar, esperem do lado de fora da loja” diz um dos avisos colados na entrada da loja.

A influenciadora postou mensagens que vem recebendo, tanto de apoio a decisão por outras mulheres que se sentem incomodadas por experiências de assédio em lojas de roupa feminina, tanto promessas de processo e ameaças.

“Nós mulheres merecemos um mundo, um país, uma cidade onde possamos nos sentir seguras e livres de assédio. E se eu ainda não posso garantir tudo isso para elas, pelo menos uma loja segura, acolhedora para tomarmos um champanhe sem sermos assediadas, eu garanto”, finaliza a empresária.

Fonte indicada e adaptada: G1

RECOMENDAMOS






Colha o dia, aproveite o momento...