A decisão após ser ratificada pelo parlamento alemão, passará a valer em março do ano que vem e obrigará também a vacinação contra o sarampo dos menores em centros de refugiados.

“Queremos dentro do possível evitar que todas as crianças contraiam o sarampo. Porque o sarampo é altamente contagioso e pode ter uma evolução muito prejudicial, às vezes fatal”, são as palavras do ministro da Saúde da Alemanha, Jens Spahn.

A decisão do país nos faz refletir sobre a importância da vacinação especialmente nas crianças que estão sob a nossa responsabilidade.

Fonte indicada: G1 e EFE


RECOMENDAMOS


COMENTÁRIOS




Revista Carpe Diem
Colha o dia, aproveite o momento...