Um erro inusitado viralizou no mundo inteiro essa semana após um erro nas palavras anulou milhares de batismos.

Foram 25 anos de batismos feitos pelo padre Andrés Arango, e o erro ao proferir a frase nas cerimônias resultou nesses batismos anulados.

Depois disso, ele resolveu deixar o seu posto na Igreja Católica de São Gregório, em Phoenix, no Arizona (EUA). As informações são do jornal Extra.

Em uma nota, divulgada em 2020, a vigilância litúrgica do Vaticano anulou todos os batizados realizados com a frase: “Nós vos batizamos em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo”.

De acordo com o documento, a frase correta deve começar com “Eu” ao invés de “Nós”.

Segundo o bispo de Phoenix, Thomas Olmsted, “o problema de usar ‘nós’ é que não é a comunidade que batiza uma pessoa, mas é Cristo, e sozinho, que preside a Ele todos os sacramentos. Então, é Cristo Jesus quem batiza”.

Com certeza o padre não queria prejudicar os fiéis, o bispo finalizou: “Em nome de nossa Igreja local, lamento sinceramente que esse erro tenha resultado na interrupção da vida sacramental de vários fiéis. É por isso que me comprometo a tomar todas as medidas necessárias para remediar a situação de todos os afetados”.

Fonte indicada e adaptada: Isto É

RECOMENDAMOS






Colha o dia, aproveite o momento...