Uma história inusitada envolvendo a adoção de bichinhos ocorreu essa semana em Florianópolis: um cãozinho ao ser devolvido ao abrigo por ter sido descoberto surdo, logo encontrou um novo lar, esse com cheio de compreensão e carinho pois seu novo dono tem a mesma condição física que o bichinho.

O que se mostrava uma história triste em abandono, veio a se tornar uma união extremamente importante para os dois lados e Jögan, o cãozinho surdo, ganhou sua merecida família.

João Gabriel Duarte Ferreira foi quem adotou o cão. Eke mora com mais três pessoas, entre elas dois também surdos e outro filho de pais surdos. A casa ainda tem uma cadelinha mas João se viu sensibilizado com o animalzinho e decidiu torna-lo mascote da cada.

joganejoao - Após ser rejeitado e devolvido, cão surdo é adotado por rapaz surdo

Jögan tinha sido adotado com 45 dias e devolvido havia pouco mais de um mês. O estudante então logo entrou em contato com a diretoria e se propôs a adotar o cachorro. O processo de avaliação durou três dias e o cachorrinho está com a nova família desde quinta-feira (9).

“Estamos felizes com ele. E temos muita empatia nele, por causa da identidade surda. Ele está feliz, porque temos nossas estratégias de adaptação para casa. Para nós, surdos, com os nossos costumes. Como apagar e ligar luz toda vez pra chamar o Jögan como fazemos conosco”, contou João.

João conta ainda que o cão se deu muito bem com a cadelinha que ali já morava e até recebeu esse novo nome que até então era Pirata: “Alguns dias antes de souber da adoção, eu estava lendo sobre Jögan, um tipo de olho. É de anime japonês. Aí apareceu o cachorro com esse olho igualzinho” disse sobre a escolha do nome.

joganegabi scaled - Após ser rejeitado e devolvido, cão surdo é adotado por rapaz surdo

Essa história repleta de empatia a um animalzinho abandonado, nos faz acreditar que isso foi um verdadeiro encontro de almas!

Fonte indicada e adaptada: G1

COMENTÁRIOS




Mariana Marques
Sou estudante, apaixonada por Harry Potter, mãe da Elisa (que está pra nascer) e decidi criar, juntamente com o meu namorado Lucas, a Revista Carpe Diem. Vamos falar de temas atuais, sempre com foco na sustentabilidade e na divulgação de ações humanitárias.