Em meados de 2017, a gigantesca Apple anunciou ao mundo seus planos de aos poucos se tornar cada vez mais ecológica nas suas produções.

A verdade é que o lixo eletrônico é um dos nossos maiores vilões, sendo o resíduo mais nocivo para o meio ambiente (e cada vez mais comum na nossa sociedade). Foi anunciado em 2017, os esforços da empresa para a reutilização de antigos aparelhos na produção de novos eletrônicos. Hoje a empresa já chega a pequenos marcos como um robô que pode desmontar 200 iPhones por hora e o MacBook Air com uma cobertura de “100% de alumínio reciclado” mas seu objetivo final ainda está distante.

O MacBook Air e o MacMini de 2018 são os primeiros produtos da Apple a serem produzidos com a cobertura de “100% de alumínio reciclado”, usando uma liga feita de “aparas de alumínio recapturadas que são retrabalhadas até o nível atômico”.

macbookair3 1024x576 - Apple anuncia planos de fabricar todos os seus produtos com materiais reciclados (e vem progredindo!)

É certo de que a Apple ao tentar tornar seu próprio processo de fabricação mais eficiente é “realmente significativo”. Os milhares de aparelhos produzidos geram um verdadeiro impacto no meio ambiente, pois o material necessário para fabricação dos produtos vêm de rochas que foram extraídas da Terra, muitas vezes, usando processos ambientalmente destrutivos e práticas trabalhistas eticamente duvidosas.

Mas há ainda uma gigantesca barreira social envolvendo o capitalismo, onde ao lançarem modelos novos de Iphones por exemplo, pessoas são incentivadas a comprarem novos produtos e a jogarem no lixo os seus antigos, gerando o lixo eletrônico. Isso exigirá que a Apple desenvolva ou facilite o desenvolvimento de novas tecnologias inovadoras de reciclagem. Talvez mais importante, a Apple terá que fazer escolhas de design e políticas que incentivem os consumidores a atualizar e consertar seus dispositivos antigos, em vez de jogá-los fora pelo modelo mais recente.

Assim é evidente que a empresa há muito caminho a se percorrer para se tornar ecologicamente correta mas que em passos largos, ela se torna cada vez mais verde. A Natureza agradece!

Fontes indicadas: Eco4Planet e Gizmodo


RECOMENDAMOS


COMENTÁRIOS




Revista Carpe Diem
Colha o dia, aproveite o momento...