A baleia estava encalhada na ilha Harris, na Escócia, uma cachalote que estava com 100 kg de lixo em seu estômago.

Os especialistas em baleias afirmam não saber se a baleia morreu devido aos detritos.

Sacolas, cordas, redes de pescas e copos plásticos foram alguns dos detritos encontrados.

“Foi extremamente triste, especialmente quando as redes de pesca e os detritos saíam do estômago dela”, foi o que disse Dan Parry, que vive na praia vizinha Luskentyre.

A carcaça da baleia foi encontrada por alguns moradores que estavam na praia de Seilebost quinta-feira passada(28)

“Caminhamos nessas praias quase todos os dias e sempre levo uma sacola para recolher lixo, a maior parte relacionada à pesca.”, Dan Parry relatou.

Parry diz que o incidente é claramente devida a alta poluição marinha. “Esse material poderia estar facilmente em uma rede ou ter se perdido em uma tempestade, nós simplesmente não sabemos, mas mostra a dimensão do problema que temos com a poluição marinha”, acrescentou.

Scottish Marine Animal Stranding Scheme (Smass) uma organização escocesa que cuida das mortes de baleias e golfinhos, dissecou o animal para que fosse possível determinar a causa de sua morte.

Uma equipe do Smass disse no Facebook por meio de sua página que: “O animal não estava particularmente em más condições e, embora seja certamente plausível que essa quantidade de detritos tenha sido um fator para encalhar, não conseguimos encontrar, na verdade, evidências de que isso tenha afetado ou obstruído seu intestino”.

“No entanto, ter essa quantidade de plástico no estômago é terrível, deve ter comprometido a digestão e serve para demonstrar mais uma vez os perigos que o lixo nos oceanos e equipamentos de pesca perdidos ou descartados podem representar à vida marinha.”
109961397 collage1 - Baleia foi encontrada morta com 100 kg de lixo em seu estômago

Fonte indicada e adaptada: G1

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Lucas Mendes
Viciado em games, estudante de Educação Física na UFG, pai da Elisa (que ainda está pra nascer) e apaixonado por futebol. Em parceria com minha namorada Mariana, criamos a Carpe Diem com o objetivo de espalhar notícias boas e positivas. sempre antenados com a preservação ambiental.