Algumas semanas atrás, João Gabriel de apenas 7 anos e sua prima Valentina de 9 anos decidiram montar uma “lojinha”, na calçada de sua avó para que pudessem vender slimes com a ideia de arrecadar dinheiro para alimentar cães em situação de rua em Cordeiro, Rio de Janeiro.


O valor das slimes varia entre R$2 e R$5. Os lucros são destinados à compra de ração e alguns utensílios importantes para os cães que são encontrados em ruas e becos do bairro Santa Tereza e em volta.

“Eu e a mãe de Valentina (Inês), compramos todo material que seria utilizado para a fabricação dos slimes. Daí, eles tiveram a ideia de arrecadar para doar ração aos pets de rua de Cordeiro”, disse Carol, mãe de João Gabriel.
111 - Crianças vendem slime para comprar ração à cães de rua
Carol conta que chegou a entrar em contato com a ativista Andréia Bianchini, que mora em Cordeiro é bastante conhecida por alimentar, para receber algumas doações e poder ajudar na distribuição das rações.


“O mais lindo tem sido ver a população se mobilizando e compartilhando a ação, querendo ajudar”, disse Carol.
222 - Crianças vendem slime para comprar ração à cães de rua
Fonte indicada e adaptada: Razões para Acreditar

RECOMENDAMOS


COMENTÁRIOS




Lucas Mendes
Viciado em games, estudante de Educação Física na UFG, pai da Elisa (que ainda está pra nascer) e apaixonado por futebol. Em parceria com minha namorada Mariana, criamos a Carpe Diem com o objetivo de espalhar notícias boas e positivas. sempre antenados com a preservação ambiental.