Um dos desabafos mais comoventes relacionados à morte da cantora Marília Mendonça foi de Junior Campi, seu diretor musical e baterista. Ele se valeu de sua conta no Instagram após saber da morte da cantora, do produtor e tio (da cantora) em um acidente aéreo que também vitimou o piloto e o copiloto da aeronave.

“Que dor inexplicável, meu Deus. Duas vezes não, cara. De novo não!”, escreveu o músico, que antes de trabalhar com a cantora tinha trabalhado com Cristiano Araújo, sertanejo que morreu em 2015 em um acidente de carro.

“Eu só quero a minha família agora e mais nada. Tá doendo demais. Só nós e Deus para saber o tamanho que é essa dor”, continuou Campi, usando emojis de choro.

A maior parte da equipe que trabalhava com Marília Mendonça tinha trabalhado com Cristiano Araújo. A banda já havia chegado à cidade Caratinga, onde ocorreria o show e todos foram de ônibus. Em face de tamanha dor, Junior pediu privacidade para que vivenciasse o luto:

“Agradeço a todos pelas mensagens de força e tudo mais. Mas eu não tenho um pingo de condições de conversar ou falar qualquer coisa com alguém nesse momento”, disse o produtor.

RECOMENDAMOS






Colha o dia, aproveite o momento...