O uso desnecessário de plástico em embalagens causa sérios danos ao meio ambiente já não é mais uma novidade pra ninguém. As diversas alternativas inovadoras para diminuir o uso do material são sim novidades e daquelas muito boas!

Esse é o caso de um grupo londrino que decidiu voltar “às origens” vendendo leite nas clássicas garrafas de vidro de porta em porta novamente. A ação vem de um empresa de laticínios chamada Parker Dairies que faz as entregas usando 25 veículos elétricos, respeitando sua vocação ecológica mesmo nos transportes.

leite2 - Em Londres, voltaram a entregar leite em garrafas de vidro para reduzir o uso de plástico

A ideia logo se tornou um verdadeiro sucesso no primeiro semestre de 2019 conquistou cerca de 400 clientes visivelmente preocupados com as sérias questões ambientais envolvidas. As garrafas são levadas diretamente à casa dos clientes que depois de utilizadas, são devolvidas a empresa e são recicladas, reduzindo eficientemente o volume de lixo fabricado.

“Toda semana entregamos 34.000 litros de leite em garrafas de vidro nos portões do leste de Londres, para que nossos clientes fantásticos deixem seus vazios para serem levados de volta ao laticínio que os lava, os enche e os envia de volta. Podemos entregar em casa e no trabalho para que seus empregadores também reduzam o desperdício de plástico.” contou a empresa.

leite3 - Em Londres, voltaram a entregar leite em garrafas de vidro para reduzir o uso de plástico

leite - Em Londres, voltaram a entregar leite em garrafas de vidro para reduzir o uso de plástico

Esperamos que seja uma inspiração para muitas empresas ao redor do mundo e que a iniciativa chegue logo ao nosso país. Já queremos fazer parte!

Fonte indicada e adaptada: GreenMe


RECOMENDAMOS


COMENTÁRIOS




Mariana Marques
Sou estudante, apaixonada por Harry Potter, mãe da Elisa (que está pra nascer) e decidi criar, juntamente com o meu namorado Lucas, a Revista Carpe Diem. Vamos falar de temas atuais, sempre com foco na sustentabilidade e na divulgação de ações humanitárias.