Com o aumento das chuvas em todo o território brasileiro, a tenente Viviane afirma que é comum o aparecimento de cobras, escorpiões e aranhas nas residências e faz alerta a cuidados necessários para evitar os encontros.

Uma cobra preta, também conhecida como muçurana, foi motivo de preocupação entre os moradores de Vilhena (RO), pois se trata da segunda aparição de serpentes em residenciais no local em menos de um mês.

O Corpo de Bombeiros foi chamado para o resgate do animal e a ação aconteceu na segunda-feira (10). A tenente Viviane conta que a cobra estava embaixo da máquina de lavar.

“A mulher chegou em casa e viu que a cobra correu para debaixo da máquina. Aí ela já nos acionou e ficou dentro da residência nos aguardando. A máquina de lavar estava na varanda que dá acesso à casa dela. A grama estava meio alta, talvez isso tenha ajudado a cobre escolher a casa dela”, explicou.

Um outro resgate de cobras foi realizado um mês antes, quando uma enorme jiboia foi encontrada em um galinheiro perto dali. Ela havia devorado quase todas as galinhas e o alvoroço das presas alertou uma vizinha que, ao avistar a jiboia, acionou o resgate.

jiboia - Em menos de um mês jiboia enorme e cobra preta são encontradas em casa

“A gente não faz ideia de quantas galinhas tinham no galinheiro, pois quando atendemos essa ocorrência, o dono da casa estava internado e quem nos chamou foi a vizinha”, disse Viviane.

Alertas a população

Sobre os perigos da cobra preta, o biólogo Adriano Martins afirma: “Ela não possui veneno e dentro dos grupos de cobras, ela é considerada uma cobra de temperamento dócil, de fácil manuseio. A importância das cobras nos meios urbanos está voltada às suas funções no meio ambiente, lembrando que sempre que forem encontradas, a orientação é entrar em contato com o órgão competente para que seja feito o resgate do animal”.

Cuidados

Os responsáveis pelos resgates dos animais afirmam que com o aumento das chuvas, a aparição de animais peçonhentos são bem comuns, e faz um alerta aos cuidados a serem tomados para que esses encontros não acabem em desastre:

– Manter o quintal sempre limpo;
– Janelas e portas fechadas;
– Verificar o interior dos calçados antes de usá-los, pois são locais que eles procuram para se esconderem;
– Fazer o descarte correto do lixo, entulhos e resto de obra/construção, pois o acumulo desses vira um local propício para atrair roedores, que são alimentos para animais peçonhentos.

Ao encontrar qualquer desses animais, o correto é ligar para o Corpo de Bombeiros.

Fonte indicada e adaptada: ContilNet

RECOMENDAMOS






Colha o dia, aproveite o momento...