O metano é um dos principais contribuintes para o efeito estufa, e sempre que as vacas fazem a digestão elas emitem esse gás, há cinco anos atrás em uma pesquisa da Commonwealth Scientific da Austrália e Industrial Research Organisation (CSIRO), foi descoberto que dando pequenos pedaços de uma espécie de alga cujo seu nome científico é Asparagopsi ela seria capaz de cortar a emissão do gás metano produzido pelas vacas. Colocando está alga na dieta das vacas faz com que elimine os micróbios intestinais responsáveis pela produção de metano e “eliminam completamente” as emissões de metano das vacas.

Asparagopsi é encontrada na costa da Austrália e as vacas possuem sim um interesse por elas e comem normalmente. Substituir 2% da ração dos bovinos por essa alga já é suficiente para eliminar o gás metano produzido por elas.

Os pesquisadores da Universidade da Costa do Sol estão buscando aumentar a produção da Asparagopsi para que se torne possível atender um mercado global em potencial.


“A equipe da USC está trabalhando no Bribie Island Research Center em Moreton Bay para aprender mais sobre como cultivar as espécies de algas marinhas, com o objetivo de informar uma ampliação da produção que poderia suplementar a ração de vacas em escala nacional – e até global.

Essa alga tem causado muito interesse global e as pessoas ao redor do mundo estão trabalhando para garantir que as vacas estejam saudáveis e a carne e o leite de boa qualidade”, disse Paul.


“Isso tudo está acontecendo agora. Mas o único passo em falta, é a grande coisa que vai garantir com que isso funcione em escala global, é garantir que possamos produzir as algas de forma sustentável.”

Página dos responsáveis: A alimentação de vacas sem iscas conduz a ciência de algas na USC [Universidade da Costa do Sol]

Fonte indicada e adaptada: Boingboing


RECOMENDAMOS


COMENTÁRIOS




Lucas Mendes
Viciado em games, estudante de Educação Física na UFG, pai da Elisa (que ainda está pra nascer) e apaixonado por futebol. Em parceria com minha namorada Mariana, criamos a Carpe Diem com o objetivo de espalhar notícias boas e positivas. sempre antenados com a preservação ambiental.