O Bebê elefante asiático, Avi, morreu por conta de problemas de saúde, que vinha passando desde o dia em que nasceu.


Devido dificuldades em seu desenvolvimento alimentar, viveu apenas 27 dias, contou o zoológico de St. Louis em um aviso no domingo (2).

Sacrificado, ele faleceu “pacificamente”, na parte da manhã.

Avi sempre foi muito próximo de sua mãe, Rani, e mesmo com vários exames e tratamentos, após algumas semanas sua saúde continuou a piorar.

“Todo mundo aqui está arrasado agora”, disse Jeffrey P. Bonner, Ph.D., CEO do zoológico de St. Louis, em comunicado. “Nossa equipe de especialistas em cuidados com elefantes fez todo o possível para ajudar a melhorar a saúde do elefante. Infelizmente, no final, simplesmente não foi suficiente, pois suas complicações de saúde eram muito graves”.


O time veterinário do zoológico fará a necropsia completa no elefante, o que irá levar alguns dias para disponibilizar os resultados.

Mesmo que o elefante tenha vivido por menos de um mês, a equipe que estaria responsável por ele, estava se preparando para seu nascimento a mais ou menos 3 anos. Avi fazia parte de um projeto para continuar sua espécie. E de acordo com o comunicado, a gravidez do elefante leva cerca de 22 meses.

Fonte indicada e adaptada: CNN

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Lucas Mendes
Viciado em games, estudante de Educação Física na UFG, pai da Elisa (que ainda está pra nascer) e apaixonado por futebol. Em parceria com minha namorada Mariana, criamos a Carpe Diem com o objetivo de espalhar notícias boas e positivas. sempre antenados com a preservação ambiental.