A India com uma forte economia em desenvolvimento, parece estar percebendo a importância da educação no processo de uma sociedade justa e qualificada chocando a todos com atitudes verdadeiramente rigorosas. Em uma escola, provas foram aplicadas enquanto alunos usavam caixas de papelão na cabeça para evitar trapaças.

Após vários episódios de trapaça durante os exames, essa foi uma alternativa encontrada pelo colégio que ao ser discutida com os alunos, foi aceita. O julgamento era opcional, a escola notificou com antecedência os pais – e apenas os alunos com aprovação dos pais estavam envolvidos. “Eles disseram que estavam confortáveis ​​com o julgamento”, disse Sateesh. “A faculdade não perseguiu nenhum aluno, era opcional e alguns (estudantes) experimentaram, outros não”.

Foram os próprios alunos que trouxeram suas caixas de casa e precisariam usá-las até cerca de uma hora de exame, podendo retira-las depois.

alunoscaixa2 - Estudantes indianos usam caixas na cabeça durante provas para evitar trapaças

Nos últimos anos, vários escândalos envolvendo trapaças na Índia foram a causa dessa atitude extrema. Um escândalo particularmente proeminente em 2015 viu pais e familiares no estado de Bihar escalando as paredes exteriores dos prédios da escola para passar as dicas de seus filhos.

Reflexo dessa ação, é a intensa pressão que os jovens indianos vem sofrendo para passar nos vestibulares. Os críticos apontaram essa pressão como um motivador para trapacear e uma fonte de problemas de saúde mental entre os estudantes.

No início do ano, afetados pela pressão que sofrem da sociedade, 19 alunos cometeram suicídio depois da divulgação do resultado dos exames no estado de Telangana, sul indiano.

São dados chocantes que devem servir de alerta para todos nós, que possamos refletir sobre a pressão que exercemos nos nossos jovens e como isso pode interferir na saúde mental de cada um deles. Desejamos a todos bons exames e sabedoria para lidar com qualquer que seja o resultado!

Fonte indicada: CNN


RECOMENDAMOS


COMENTÁRIOS




Mariana Marques
Sou estudante, apaixonada por Harry Potter, mãe da Elisa (que está pra nascer) e decidi criar, juntamente com o meu namorado Lucas, a Revista Carpe Diem. Vamos falar de temas atuais, sempre com foco na sustentabilidade e na divulgação de ações humanitárias.