Com 35 anos, Robsom dos Santos foi mandado embora por chegar atrasado em seu serviço após ter ajudado a vítima de um acidente em Bertioga, localizado no litoral de São Paulo. Ele assistiu o acidente e viu também quando o motorista perdeu o controle do carro e capotou, “Me coloquei no lugar dele”, revelou ele ao G1 na terça-feira(9).

Tudo aconteceu nesta segunda-feira(8), enquanto o condutor do carro tentava realizar uma ultrapassagem na Rodovia Rio-Santos, próximo do bairro Maitinga. Quando o motorista perdeu o controle do carro e capotou na via, o carro acabou caindo em uma vala que ficava em uma área de mata. “Eu vi tudo. Capotou umas cinco, seis vezes, só na pista”, explicou Robsom.

Ele conta que estava passando por um período de experiência em sua empresa. E que naquele dia ele teria saído atrasado de sua casa, mas que quando viu o acidente acontecer em sua frente, não conseguiu não ajudar. Ele foi para a área de mata onde o carro estava capotado e percebeu que o carro estava um pouco abaixo da água. Ele revela que ficou preocupado pois o motorista podia se afogar, e decidiu tentar tirar ele de lá.

O homem de 35 anos também explicou que dois homens o ajudaram a resgatar o rapaz dentro do carro, ele primeiro perguntou se tinha mais gente dentro do carro. “Falei ‘oi, tudo bem? Tem gente?’. Aí ele falou ‘tem, eu estou sozinho’. Mandei ele tirar o cinto, para tirar ele, porque não conseguia virar o carro”.

Com a ajuda de alguns outros rapazes, o motorista foi retirado e ficou aguardando resgate no local.

“Ele estava com muito medo, muito assustado, em choque. Quando vi que ficou bem, saí para ir ao trabalho”, disse. A Polícia Rodoviária, revelou que foi acionada, e que o motorista sofreu alguns ferimentos leves e foi levado ao Hospital Municipal de Bertioga.

Santos acrescentou no final que fez o bem, e ficou feliz por poder ter ajudado o rapaz, e pretende rever a vítima em breve. Robsom é pai de duas crianças, e ele conta que no momento pensou em seus filhos como incentivo. “Não sei se o rapaz era pai de família, meu intuito era ajudar”, pontuou.

Fonte indicada e adaptada: G1

RECOMENDAMOS






Viciado em games, estudante de Educação Física na UFG, pai da Elisa (que ainda está pra nascer) e apaixonado por futebol. Em parceria com minha namorada Mariana, criamos a Carpe Diem com o objetivo de espalhar notícias boas e positivas. sempre antenados com a preservação ambiental.