O Japão promoveu um grande avanço na solução de dois grandes problemas do país: a grande quantidade de imóveis desocupados e a dificuldade encontrada por mães solteiras em encontrar casas com um preço que possam pagar.

Imóveis desocupados representam cerca de 14% no país. São mais de 9 milhões de casas e terrenos vazios. Estima-se que esse número só cresça e que até 2030, 1/3 das residências estarão desocupadas provocando crises econômicas no mercado de vendas imobiliárias.

Ainda há no Japão uma grave discriminação com as mães solteiras, que encontram dificuldade para encontrar trabalho, verdadeiras vítimas do estigma social e da falta de oportunidades econômicos, além dos gastos com seus filhos. Muitas vivem na pobreza mesmo em um país tão economicamente forte.

Assim foi criado o projeto Little Ones, que serve como ponte entre os donos de imóveis e autoridades locais para facilitar que as mães solteiras passem a ocupar as casas vazias – com garantias legais.

Uma atitude que facilitará a entrada de muitas mães no mercado de trabalho que, tendo uma moradia segura e barata, veem como um verdadeiro ponto de partida.

Fonte indicada: G1


RECOMENDAMOS


COMENTÁRIOS




Revista Carpe Diem
Colha o dia, aproveite o momento...