Pode chegar a 1 em 20.000 a probabilidade de nascimento de uma pessoa completamente albina e essas duas meninas da mesma família são realmente uma raridade. Asel e Kamila Kalaganova tem 12 anos de diferença e ambas tem albinismo e sua aparência parece ter saído de um livro fantasioso.

Kamila tem dois anos e sua irmã mais velha, Asel, 14. Elas têm também um irmão do meio, Aldiyar, de oito anos que possui a aparência de um cazaque padrão.

albinas1 - Irmãs albinas encantam o mundo com um ensaio fotográfico fantástico

“Quando dei à luz o mais velho, a genética não era tão desenvolvida conosco”, disse a mãe. “Está se desenvolvendo apenas agora.” disse a mãe “Os médicos ficaram chocados e pensaram que ela era russa. Então comecei a ler sobre esse assunto, aprendi que meus filhos são albinos ” completou ela.

albinas3 - Irmãs albinas encantam o mundo com um ensaio fotográfico fantástico

albinas4 - Irmãs albinas encantam o mundo com um ensaio fotográfico fantástico

albinas5 - Irmãs albinas encantam o mundo com um ensaio fotográfico fantástico

“No começo, todos ficaram chocados, surpresos. Eu não sabia o que fazer, como viver. Eventualmente, Aiman ​​descobriu que alguns de seus ancestrais eram albinos.

“Se saio à tarde, definitivamente aplico protetor solar, visto roupas para proteger minha pele, chapelaria ou uso de guarda-chuva”, explicou Asel. “À noite, quando quase não há sol, é muito mais fácil para mim.”

Quando mais nova Asel chegou a frequentar uma escola para deficientes mas hoje já frequentava a escola normal. “Ela estuda perfeitamente bem”, disse a mãe. “Os albinos não diferem muito das outras crianças, apenas cabelos, cílios, olhos e cor da pele”.

albinas6 - Irmãs albinas encantam o mundo com um ensaio fotográfico fantástico

albinas7 - Irmãs albinas encantam o mundo com um ensaio fotográfico fantástico

“No começo, foi difícil, é claro, as crianças olharem para ela. Agora ela se sente bem, não a limitamos a nada.”

A mãe ainda contou que ​​deu a seu filho não albino todas as respostas e agora ele definitivamente vê sua família como uma. “Ele percebe que as pessoas estão olhando para as meninas e até começa a se vangloriar, orgulhosamente dizendo às pessoas sobre suas irmãs únicas.”

Créditos das imagens: Instagram assel_kamila

Fonte indicada e adaptada: Bored Panda e Instagram

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Revista Carpe Diem
Colha o dia, aproveite o momento...