Com o intuito de obter a resposta para o excesso de contaminação plástica, Josué Soto, liderou um grupo de jovens para um projeto nomeado “Planta Chuwa”. A ideia foi, reduzir os plásticos que são produzidos e descartados diariamente. Criaram então pratos feitos com folhas de bananeira, que em apenas 60 dias se degradam.


Para que você tenha uma ideia, placas de plástico demoram cerca de 500 anos para se decompor, causando um grande impacto ambiental.

3 13 - Jovens criam pratos de folhas de bananeira que degradam em 60 dias

Josué conta também que trabalham em parceria com o povo da Amazônia peruana, oferecendo um preço justo e um ótimo treinamento para que consigam aproveitar o máximo dos resíduos do cultivo da banana.

Um programa chamado Innóvate Perú, está financiando uma parte do projeto, e graças a ajuda deles, conseguiram projetar e fabricar máquinas especializadas para que fosse possível fazer a produção dos pratos biodegradáveis.


1 - Jovens criam pratos de folhas de bananeira que degradam em 60 dias

Graças a ajuda dessa tecnologia foi possível a fabricação de até 50.000 pratos mensais.

Com o intuito de mostrar seu projeto ao mundo, conseguiram utilizá-los em festivais costumeiros e padroeiros de diversas regiões. O próximo objetivo, segundo eles, é conseguir repassar o produto para restaurantes naturais.

2 15 - Jovens criam pratos de folhas de bananeira que degradam em 60 dias


“O preço aproximado de venda de nossos pratos é de US $ 30 para cada 100 pratos, dependendo da espessura da chapa, mas com o tempo pode se tornar mais acessível a todos os consumidores”, conta Josué.

Fonte indicada e adaptada: Nation

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Lucas Mendes
Viciado em games, estudante de Educação Física na UFG, pai da Elisa (que ainda está pra nascer) e apaixonado por futebol. Em parceria com minha namorada Mariana, criamos a Carpe Diem com o objetivo de espalhar notícias boas e positivas. sempre antenados com a preservação ambiental.