A situação do médico de Maradona, Leopoldo Luque, se complicou.

Enfermeiros que cuidavam do ídolo argentino, falecido na semana passada, revelaram que ele havia caído e batido violentamente sua cabeça.

Um dos motivos que podem ter influenciado em seu agravamento.

Maradona faleceu sete dias depois de seu tombo, com uma parada respiratória.

As autoridades argentinas não entenderam o motivo de Maradona não ter ido a seu médico verificar se houve algum problema, e Luque, revelou não saber da queda.

Alguns funcionários também contaram que o último encontro que Maradona teve com Luque além de particular foi um tanto quanto tenso.

maradona 30112020110534929 - Maradona caiu e bateu a cabeça uma semana antes de morrer

Entre empurrões e gritos também teve a expulsão de Luque de sua casa.

“A sua morte nada teve a ver com o coágulo operado. Nunca pensei que isto fosse acontecer, não há erro médico. Um ataque de coração, infelizmente, é algo que poderia acontecer a alguém com os problemas que o Diego tinha. É o mais comum do mundo que alguém morra com uma paragem cardiorrespiratória com um histórico assim.”

“Esta semana expulsou-se me de sua casa e insultou-me. Ele quando estava assim, tratava mal toda a gente, nem queria receber as suas filhas.”

Luque está sofrendo com acusações de homicídio culposo.

A queda de Maradona, e sem relatos complicou ainda mais sua situação.

“Por que não investigam quem era Diego?”, ironiza o doutor.

Relacionando o vício em drogas do ídolo.

Fonte indicada e adaptada: R7 Esportes

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Lucas Mendes
Viciado em games, estudante de Educação Física na UFG, pai da Elisa (que ainda está pra nascer) e apaixonado por futebol. Em parceria com minha namorada Mariana, criamos a Carpe Diem com o objetivo de espalhar notícias boas e positivas. sempre antenados com a preservação ambiental.