Silvana Cordeiro, uma moradora de Caraguatatuba (SP), que se encontra no litoral paulista. A mais ou menos seis meses atrás Silvana, tomou um susto quando de repente encontrou um animal escondido em seu banheiro.

Ela decidiu então alimentar o assustado bichinho, e no outro dia conseguiu localizar o seu dono, um produtor rural que pegou seu bode de volta.

mulher tem casa invadida por um bode e resolve salvar o animal 02 min 545x425 - Mulher tem casa invadida por bode que seria sacrificado e ‘adota’ o animal

E para a surpresa de todos, o animal fugiu e retornou à sua casa.

Silvana disse à entrevista: “Postei em um grupo no Facebook e minha vizinha localizou o dono do bode. Um homem simples, humilde, da roça, quando chegou no meu portão disse na maior naturalidade: ‘matei o outro e só não matei esse ainda porque está magro, mas vou engordar para vender a carne’”.

Segundo a moça, o homem até tentou levar o bode novamente, mas o bode não queria sair de onde estava. “Ele não queria morrer e eu não podia deixar. Então, decidi comprar”, disse ela.

Silvana decidiu então comprar o bichinho, porém não tinha muito a oferecer. Mãe de seis filhos e estudante de educação física, e a pouco tempo enfrentou um câncer no ovário, que se encontra em fase de remissão. “Ele disse que queria 250 reais, mas eu só tinha 180 reais. Sugeri parcelar, ele aceitou. Logo termino de pagar o bodinho” pediu ela.

Ela conta que pegou o dinheiro que estava guardando para uma peruca que usaria em sua formatura e decidiu comprar com ele, seu mais novo amigo.

“Meia-Noite” foi o nome escolhido para o novo membro da família, afinal, foi o horário em que apareceu em sua casa.

mulher tem casa invadida por um bode e resolve salvar o animal 01 min 545x695 - Mulher tem casa invadida por bode que seria sacrificado e ‘adota’ o animal

A história de Silvana e Meia-Noite viralizou bastante, e ela recebeu a doação de várias perucas. “Estou muito feliz, ele me trouxe sorte! O bode não queria morrer, eu lutei tanto pra não morrer, não é justo deixá-lo morrer assim”, conta ela com a felicidade estampada em seu rosto.

Ela se interessou bastante pelo animalzinho, realmente o recebeu com muito amor e carinho, ela conta que está pesquisando sobre como dorme, do que se alimenta e lugares que o deixa mais confortável. “Ele é uma benção.” diz ela com toda felicidade.

Fonte indicada e adaptada: Razões para acreditar


RECOMENDAMOS


COMENTÁRIOS




Lucas Mendes
Viciado em games, estudante de Educação Física na UFG, pai da Elisa (que ainda está pra nascer) e apaixonado por futebol. Em parceria com minha namorada Mariana, criamos a Carpe Diem com o objetivo de espalhar notícias boas e positivas. sempre antenados com a preservação ambiental.