Um homem de 61 anos foi diagnosticado com linfoma de Hodgkin, um tipo de câncer originado no sistema linfático. O mais impressionante de tudo isso é que após ele ser infectado pela Covid-19, ele se curou do linfoma, que foi relatado pelo periódico British Journal of Hematology.

O paciente revela que foi encaminhado para o departamento de hematologia com “linfadenopatia progressiva e emagrecimento”. Fazendo seu tratamento para insuficiência renal já em estágio terminal, por um transplante renal mal sucedido, já estava há três anos sem terapia imunossupressora.

Através de uma biopsia foi detectado o linfoma de Hodgkin clássico, positivo para o vírus de Epstein-Barr (EBV). “Logo após o diagnóstico, ele foi internado com falta de ar e diagnosticado com pneumonia Sars-Cov-2”, revela a publicação.

Recebendo tratamento de apoio por 11 dias, ele recebeu a permissão para convalescer em sua própria casa. “Nenhum corticosteroide ou imunoquimioterapia foi administrado”, especificou o relato.

paciente curado de Linfoma apos contrair Covid - O estranho caso do homem que foi curado de câncer linfático após contrair Covid-19

Quando se passou quatro meses, o inchaço presente nos nódulos havia diminuído. E através de um exame foi revelado a diminuição do linfoma.

Segundo os médicos uma hipótese é que devida infecção do novo coronavírus, foi desencadeada uma nova resposta imune antitumoral.

Fonte indicada e adaptada: Jornal Ciência

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Lucas Mendes
Viciado em games, estudante de Educação Física na UFG, pai da Elisa (que ainda está pra nascer) e apaixonado por futebol. Em parceria com minha namorada Mariana, criamos a Carpe Diem com o objetivo de espalhar notícias boas e positivas. sempre antenados com a preservação ambiental.