A “Goldsmiths, University of London” com o objetivo de reduzir as causas do aquecimento global, proibiu as vendas de carne bovina em sua universidade, em Londres. “Nos unimos a outras instituições ao declarar uma emergência climática e anunciar a meta determinada de nos tornarmos uma organização neutra em emissões de carbono até 2025”, pronunciou a instituição segunda-feira (12).

Anunciaram além desta, outras medidas:

-Instalação de painéis de energia solar;

-Remover produtos de carne bovina das cantinas, começando do atual ano acadêmico;


-Vão cobrar mais caro por garrafas plásticas de água e também por copos, cerca de 0,50$ a mais. O objetivo será utilizar essa diferença para um fundo estudantil de iniciativas pró meio ambiente.

A instituição já havia consciência dos problemas que auxiliam e contribuem para o aquecimento global, e tinham programas de reciclagem e coleta de alimentos não perecíveis, que eram doadas a caridades.

“Nos unimos a outras instituições ao declarar uma emergência climática e anunciar a meta determinada de nos tornarmos uma organização neutra em emissões de carbono até 2025”, afirmou a diretora Frances Corner.


Fonte Indicada: G1


RECOMENDAMOS


COMENTÁRIOS




Revista Carpe Diem
Colha o dia, aproveite o momento...