Dois detentos mineiros do Presídio de Itajubá, estão transformando bicicletas apreendidas por roubo ou tráfico de drogas em cadeiras de rodas para adultos e crianças da região que não podem comprar o equipamento de extrema necessidade para sua locomoção.

Donizeti e Damião já transformaram mais de 300 bicicletas em cadeiras de rodas. Também consertam brinquedos quebrados de praças públicas e escolas além de cuidarem as áreas de hidráulica, elétrica, pintura, máquinas e alvenaria do presídio.

A empresa Helibras fabricante de helicópteros doa as rodas menores, o aro para locomoção, o estofamento e faz a pintura da estrutura das cadeiras apoiando essa ação sensacional.

Damião conta que já participou de algumas entregas: “É um momento emocionante, fico muito feliz. É gratificante poder ajudar as pessoas com o meu trabalho”, diz ele.

“Fiquei impressionado com um documento enviado pela ONG Caravelas, em que relatava problemas sociais da região e pedia ajuda. A partir disso, foram surgindo ideias para auxiliarmos de alguma forma”, afirmou Leandro Rodrigues Palma, diretor de Atendimento e Ressocialização.

E não é a única ação do presídio que promove a interação dos detentos com a comunidade. Semanalmente, outra dupla de detentos lava e passa 200 peças de roupas de cama para postos de saúde da região. Outros dois presos fazem o trabalho de lavar, cortar e embalar verduras, legumes e frutas para o restaurante popular da cidade. Ao todo, são enviados 350 quilos de alimentos.

Fonte indicada: eCycle


RECOMENDAMOS


COMENTÁRIOS




Mariana Marques
Sou estudante, apaixonada por Harry Potter, mãe da Elisa (que está pra nascer) e decidi criar, juntamente com o meu namorado Lucas, a Revista Carpe Diem. Vamos falar de temas atuais, sempre com foco na sustentabilidade e na divulgação de ações humanitárias.