Aprovação da legislação tem como principal objetivo banir produtos plásticos descartáveis que possuem alternativas no mercado, como copos, canudos e cotonetes, para diminuir a poluição. Se tudo ocorrer como planejado esta legislação deve entrar em vigor no ano de 2021 em toda a UE.

Com a aprovação do Parlamento nesta quarta-feira (27) uma série de produtos descartáveis serão banidos de toda a União Europeia (UE), sendo os principais produtos canudos, copos, talheres e pratos. Em que a partir de 2021 será cobrado o banimento desses utensílios.

Quando essa proposta foi apresentada pela Comissão Europeia, a parte executiva da UE, já havia aprovado por meio de negociações com os estados-membros e outras autoridades do bloco europeu

Por meio de uma reunião em Estrasburgo, na França, foi aprovada por grande parte dos eurodeputados com 560 votos a favor, 35 votos contrários e 28 abstenções.

Um dos principais plásticos banidos entre todos os outros é o chamado plástico oxidegradável que ao se degradar de divide em pequenos fragmentos, tornando-se de grande risco aos animais marinhos.

Esta medida tem como objetivo substituir plásticos descartáveis que possuem alternativas feitas de outros materiais no mercado e para produtos que não possuem essas alternativas que possa reduzir o uso destes produtos em nível nacional.

Essa proposta tem como objetivo reciclar cerca de 90% das garrafas plásticas até 2029, obrigando também que tal composição tenha ao menos 25% de material reciclado até 2025 e 30% até 2030.

De acordo com Frédérique Ries, esta legislação deve reduzir os custos ambientais em 22 bilhões de euros causadas pela poluição plástica, até 2030.

Fonte indicada: the greenest post


RECOMENDAMOS


COMENTÁRIOS




Revista Carpe Diem
Colha o dia, aproveite o momento...