No mundo digitalizado em que vivemos, o homem cada vez mais se torna viciado por telas de celulares e notebooks todos os dias provocando inúmeras malefícios a saúde humana. A excessiva exposição as telas prejudica a visão e a atenção dos seus usuários.

Pensando nisso, um morador da Romênia sugeriu ao prefeito de sua cidade (Cluj Napoca) uma forma de incentivo à leitura e desapego da tecnologia. Sua sugestão foi que quem estiver lendo livros em transportes públicos da cidade não paguem por sua passagem.

A ideia foi muito bem aceita pelos moradores e todos os dias vemos mais pessoas com sua atenção mais voltada para livros do que para os celulares.

Um país que leva a leitura tão a sério terá cidadãos mais conscientes, criativos e com conhecimentos que somente um velho e sábio livro tem.

romenia2 - Viajar lendo na Romênia faz com que a viagem seja de graça

Quem também já está olhando passagens para Romênia?

Fonte indicada e adaptada: Fique Sabendo

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Mariana Marques
Sou estudante, apaixonada por Harry Potter, mãe da Elisa (que está pra nascer) e decidi criar, juntamente com o meu namorado Lucas, a Revista Carpe Diem. Vamos falar de temas atuais, sempre com foco na sustentabilidade e na divulgação de ações humanitárias.