“Esses filhotes preciosos representam uma espécie extremamente ameaçada e estamos muito orgulhosos do envolvimento de nosso zoológico nos esforços para salvá-los da extinção”, afirmou o Ryan McMahon, executivo do Condado de Onondaga.
leopardos 1 - Zoológico gasta mais de 400 mil dólares para se adaptar a filhotes de leopardo ameaçados

Depois de passaram 8 meses com sua mãe, os filhotes de leopardo (2) de uma subespécie muito rara Amur, chegaram ao seu novo lar Rosamond Gifford Zoo, na cidade de Syracuse, em Nova York, nos Estados Unidos, na manhã desta quarta-feira (14).

Estes dois filhotes ficaram e ficarão sim a exposição do público, porém, não por muito tempo. Sua exposição é temporária, afinal, o zoológico pretende gastar 400 mil dólares (R$ 1.602.720,00), para reformar todo o local em que ficavam os leões africanos, e futuro lar desses lindos leopardos, mas apenas quando reformado. Pretendem colocar árvores e estruturas de escaladas que modo que não deixem seu extinto natural se apagar, ao contrário, encorajando esses animais a aperfeiçoarem suas habilidades naturais, junto com um livre acesso ao ar livre.

Os dois filhotes, sendo uma fêmea e um macho, nasceram no dia 19 de Junho. Trata-se nada mais, nada menos do que os felinos mais raros do mundo, sendo que existem menos de 85 leopardos dessa subespécie vivendo em seu habitat nativo, que se encontra no extremo leste da Rússia. Em 2012 eram apenas 30, porém com cuidados humanos, os que realmente se preocupam, conseguiram aumentar sua alcateia em 250, porém, como foi dito apenas 85 estão em seu habitat natural.

Os lindos filhotinhos ainda não foram nomeados, e será aberto em breve uma votação para decidirem o nome desses lindos leopardos.
leopardos 2 - Zoológico gasta mais de 400 mil dólares para se adaptar a filhotes de leopardo ameaçados

Fotos: Divulgação/Rosamond Gifford Zoo

Fonte indicada e adaptada: G1


RECOMENDAMOS


COMENTÁRIOS




Revista Carpe Diem
Colha o dia, aproveite o momento...