A moda de alguns tempos antigos é apreciada por muitas pessoas, especialmente por aqueles que a viveram, mas também por aqueles que não tiveram a oportunidade. Há jovens que admiram o design de algumas peças de vestuário como vestidos, saias, calças e até penteados que não são usados ​​atualmente.

A britânica Sarah Goodlad é um exemplo vivo disso: aos 45 anos, é apaixonada por roupas femininas dos anos 1940. Ela mora em Leicestershire (Inglaterra) e todas as suas roupas são criadas por ela: para isso compra tecidos dos Estados Unidos.

mujer ropa anos 1940 moda - Mulher compra tecidos para criar suas próprias roupas inspiradas nos anos 1940: 'Não gosto da moda atual'

Leia também: Pai inventa aplicativo que bloqueia telefone do filho caso ele não responda às suas mensagens

Seu armário está cheio de roupas nesse estilo clássico, totalizando mais de 300 e ela gastou quase U$$ 7.000 (R$ 40 mil) no total. “O mercado do Reino Unido é extremamente caro e a maioria dos meus suprimentos custaria até cinco vezes o que pago nos Estados Unidos “, explicou Sarah ao Daily Mail .

Faz 10 anos que Sarah é dedicada neste hobby, uma ideia que pode ser louca para alguns, mas não para a família dela, inclusive o marido, que a apoia.

“Sempre gostei de história e moda vintage desde que me lembro, principalmente dos tempos de guerra”, disse a mulher. O processo de fabricação leva meses, mas vale a pena porque têm uma ótima aparência e é algo que você não encontra em lugar nenhum.

mujer ropa anos 1940 estilo - Mulher compra tecidos para criar suas próprias roupas inspiradas nos anos 1940: 'Não gosto da moda atual'

Leia também: ‘Barriga parece que vai explodir’, reclamou ao namorado grávida que faleceu após tomar injeções abortivas

Ela é especialista em desenhar suas roupas, pois seus padrões e tipos de tecidos são muito importantes , assim como a elegância , característica que ela considera perdida hoje.

“Acho as roupas muito mais refinadas e elegantes do que a moda moderna, e os padrões e tecidos usados ​​eram muito mais agradáveis ​​do que os materiais de qualidade inferior encontrados na moda convencional hoje”, disse Sarah ao Daily Mail.

Ele não simpatiza com as tendências atuais e considera uma boa aparência essencial . “Sinto que algumas pessoas simplesmente acordam e nem se olham no espelho”, comentou. A britânica recebe elogios sempre que sai na rua, mas ao mesmo tempo se surpreende ao responder que essa é sua roupa do dia a dia.

mujer ropa anos 1940 - Mulher compra tecidos para criar suas próprias roupas inspiradas nos anos 1940: 'Não gosto da moda atual'

Certa vez, ela foi confundida com uma trabalhadora de um museu histórico que uma vez frequentou com o marido. “Alguém me parou para fazer perguntas sobre as exposições para as quais tive que explicar desajeitadamente que é assim que eu me visto”, disse Sarah.

É uma questão de atitude, afinal a moda tende a ser reciclada e talvez esse estilo volte um dia. O trabalho de Sarah é admirável pela dedicação e esforço para projetar.

O mais importante é que Sarah se sinta confortável sendo ela mesma.

Fonte: Daily Mail UK

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS






Colha o dia, aproveite o momento...